Atléticas na quarentena: 5 dicas para engajar os sócios neste momento

4 minutos para ler

As atléticas são normalmente associadas a atividades coletivas e presenciais, como eventos esportivos, trabalho voluntário e festas para integrar estudantes. Contudo, em tempos de pandemia do coronavírus, essa rotina foi abalada.

Neste post, mostraremos como as atléticas na quarentena podem agir para fortalecer o relacionamento e o engajamento dos associados mesmo à distância. Felizmente, é possível utilizar a tecnologia para garantir o contato entre dirigentes e parceiros. Algumas delas têm se mantido ativas mesmo nesse cenário especial. Confira em nosso post!

1. Faça lives com os associados e parceiros

A tecnologia tem ajudado muito aquelas pessoas que querem manter o contato umas com as outras mesmo em tempos nos quais o isolamento social é incentivado. Aplicativos como o Zoom e o Skype são as opções mais óbvias, mas até mesmo o WhatsApp é uma boa.

Aproveite essas facilidades para marcar lives com parceiros e com os associados, até mesmo como uma forma de garantir a eles que a atlética não está totalmente parada. Algumas universidades ainda não retomaram as aulas presenciais, então é uma ótima ideia utilizar esses encontros para manter as pessoas cientes sobre as atividades que os líderes pretendem realizar quando tudo voltar ao normal.

2. Mantenha o bom relacionamento

Muitos estudantes escolhem boas universidades localizadas em cidades que eles não conhecem bem. Dessa forma, buscar uma atlética é uma maneira de socializar e fazer amigos que o acompanharão nessa jornada. Com a quarentena e a paralisação de muitas atividades, essas pessoas perdem um importante meio de contato com esses novos colegas.

Para garantir que esses estudantes não se sintam abandonados durante o período de quarentena, mantenha o bom relacionamento por meio da internet. Marque lives, envie e-mails — se possível, crie uma newsletter. Além disso, crie grupos no WhatsApp e chame os associados para interagir e contar histórias particulares da pandemia, o que serve para desenvolver um ambiente descontraído e acolhedor.

3. Esteja presente nas redes sociais

O uso das redes sociais cresceu muito durante a pandemia. Afinal, com muitas pessoas trabalhando ou estudando em casa, a internet se tornou um ponto de encontro para aqueles que tem saído pouco.

Assim, para continuar promovendo a atlética na quarentena, não deixe de lado a utilização das redes sociais. Divulgue lives, treinos virtuais, cronogramas e outras iniciativas coletivas. Certifique-se de manter uma frequência de postagens, já que aparecer raramente prejudicará o engajamento e pode até mesmo motivar pedidos de desvinculação.

4. Aposte nos treinos online

Converse com os atletas sobre a possibilidade de oferecer treinos online para os estudantes que estão parados em casa. Essa prática une o melhor de dois mundos: o fortalecimento do relacionamento e ainda a manutenção de uma rotina benéfica de exercícios.

Além disso, os dirigentes ainda garantem que as boas equipes se mantenham “afiadas” para o retorno presencial. Para manter os atletas ativos, converse com os técnicos para que eles realizem o acompanhamento, por meio de videochamadas, de exercícios físicos realizados dentro de casa.

5. Incentive a prática de exercícios

Para incentivar os associados a adotarem uma boa rotina de exercícios, converse sobre a importância de cada atleta se manter ativo. Assim, quando os torneios interuniversidades retornarem, eles estarão em boa forma para competir em alto nível!

Como pudemos ver no post, as atléticas não precisam ficar paradas na quarentena. Os dirigentes devem se manter ativos nas redes sociais e nos grupos de conversa para manter o engajamento dos associados, assim como disponibilizar canais de comunicação para fortalecer o relacionamento entre os estudantes.

Tudo isso reforçará a imagem das atléticas na quarentena como agremiações que estabelecem companheirismo e o bem-estar dos seus membros como pilares da sua atuação nas universidades.

E aí, curtiu o post e quer apresentá-lo para outras pessoas? Então, compartilhe o artigo em suas redes sociais preferidas e marque seus amigos!

Posts relacionados

Deixe um comentário